sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Sessão Caio Fernando de Abreu.

"E uma compulsão horrível de quebrar imediatamente qualquer relação bonita que mal comece a acontecer. Destruir antes que cresça. Com requintes, com sofreguidão, com textos que me vêm prontos e faces que se sobrepõem às outras. Para que não me firam, minto. E tomo a providência cuidadosa de eu mesmo me ferir, sem prestar atenção se estou ferindo o outro também. Não queria fazer mal a você. Não queria que você chorasse. Não queria cobrar absolutamente nada. Por que o Zen de repente escapa e se transforma em Sem? Sem que se consiga controlar".

"Tempo, faz tanto tempo, repetem - esquece."


Vou postar algumas coisas de Caio Fernando de Abreu esses dias. Um dos melhores escritores, na minha opinião. Que parecer ter o poder de conhecer minha alma, sem me conhecer.

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Isa, te indiquei ao Meme, vai lá na minha página.

    besos

    ResponderExcluir